quarta-feira, 6 de maio de 2015

João Lustoza

13ª Romaria da Terra e da Água do Piauí é lançada em Oeiras

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – Regional Nordeste IV lançou na manhã desta terça-feira (05/05/2015), no Centro Diocesano de Pastoral Dom Expedito Lopes, na cidade de Oeiras, a 13ª edição da Romaria da Terra e da Água do Piauí, que este ano traz o tema “Direito dos Povos e Garantia de Vida e Paz”. O evento que iniciou com um momento de mística contou com a presença de bispos, padres, representantes das pastorais sociais, associações, organismos, movimentos e poder público local. “Presenciamos aqui um evento de elevado valor para o estado do Piaui, onde ressaltamos mais esta experiência, que é a Romaria da Terra e da Água, em sua décima terceira edição. O regional está organizando a romaria com o intuito de envolver a todos, e a Diocese de Picos, vai se envolver
também, até porque somos de uma região que sofre pelas consequências das atitudes negativas em relação ao apoio ao homem do campo”, disse o Bispo de Picos, Dom Plínio José Luz da Silva.
Durante a solenidade, foi explicado o que é a romaria, os objetivos, o hino, bem como sua simbologia de celebração ecumênica para transformação social. “A Romaria da Terra e da Água tem dois objetivos principais, o primeiro é anunciar e celebra a fé e caminhada do povo de Deus rumo a uma terra prometida; e o segundo é denunciar a falta de terra para produção de alimentos para milhares de famílias. Situação de injustiça, que ainda é muito vivo no nosso semiárido”, ressalta o assessor da Cáritas Brasileira Regional do Piauí, Carlos Humberto.
A Romaria deste ano será realizada nos dias 17 e 18 de outubro, na Diocese de Oeiras. O município, situado ao sul do Piauí, foi escolhido por ser palco de grandes projetos que afetam o meio ambiente e as famílias piauienses. De acordo com Dom Juarez Sousa, Bispo de Oeiras, é uma satisfação acolher o evento em sua Diocese, já que a romaria é, acima de tudo, um gesto profético. “Fico feliz, porque a primeira romaria que houve aqui participei como seminarista, e hoje, após 25 anos, tenho a alegria de participar como Bispo. Além disso, a romaria também tem o caráter profético, porque a profecia é o anuncia da Boa Nova de Jesus. Ela denuncia tudo aquilo que contraria o desejo da Boa Nova, sobretudo, uma atitude de volta e conversão que defende os mesmos valores que Jesus defendeu. E é isso que estamos fazendo”, disse. A Romaria da Terra e da Água é uma realização da CNBB com apoio das Pastorais Sociais.
Texto e Fotos via Diocese de Picos

João Lustoza

Sobre João Lustoza -

Sobre o Autor.

Subscribe to this Blog via Email :